30 de maio de 2013

Battery Company Leaves a Trail of Pollution and Health Worries Around the U.S.

Thursday

Battery Company Leaves a Trail of Pollution and Health Worries Around the U.S.

coment
 
Exide Technologies, one of the world’s largest makers and recyclers of lead-acid batteries, has sparked controversies. Since last November, it has closed or suspended three U.S. recycling operations in the face of public and political pressure. Over the years, it has left communities struggling with decades-old contamination and raised questions about why regulators didn’t act sooner. The Georgia-based company, which operates in more than 80 countries, continues to recycle batteries in Missouri and Indiana after halting operations at plants in California, Pennsylvania and Texas. In April, regulators suspended operations at an Exide operation in Vernon, Calif., whose arsenic emissions were believed to be a health risk to 110,000 people. Los Angeles Times
Despite recent Maryland and Connecticut accidents, U.S. railroads are safer. Derailments and crossing accidents have steadily declined even as businesses increasingly rely on trains to move raw materials and products. Accidents fell 43 percent to 1,712 from 2003 through last year. The number of rail-related deaths last year, 705, was down 18.5 percent from 2003. The improvement is attributed to railroad investments in worker training, track and technology. Still, as FairWarning has reported, the industry has sought to scale back and delay a high-tech system known as Positive Train Control that Congress mandated to prevent crashes such as the one that caused 25 deaths and 135 injuries in Chatsworth, Calif., in 2008. The Associated Press
Smoldering trash in a landfill near a Missouri nuclear waste site is raising concerns. The issue worries environmentalists and many people in the densely populated area near Lambert Airport in suburban St. Louis, where the trash burns just 1,200 feet from another landfill that holds radioactive waste dating back to the 1940s. Just below the surface, the layer of trash has burned since at least 2010, fueled by a reaction of decomposing waste. Republic Services, the Phoenix-based owner of both landfills, is spending millions of dollars to ease the noxious odor. But the smell is just the most immediate concern. “I think what we’re seeing is the possibility of a slow-moving disaster right before our eyes,” one environmentalist said. The Associated Press
Responding to drug shortage, the Food and Drug Administration will allow imports. The FDA action applies to drugs used in intravenous solutions in hospitals to nourish premature infants, cancer patients and other people unable to eat or drink. The supplies of the drugs, which include potassium phosphate, will be available to U.S. patients this week. FDA officials said they are temporarily allowing imports of the ingredients from a plant in Norway to ease shortages triggered by the shutdown of American Regent, the primary U.S. manufacturer. American Regent halted operations late last year at its Shirley, N.Y., plant to fix contamination issues uncovered by FDA inspectors, including specks of matter floating in injectable drugs.The Associated PressMedical Daily
Unapproved genetically engineered wheat discovered growing on an Oregon farm. U.S. officials said the wheat was the type developed by Monsanto to be resistant to the herbicide Roundup. Such wheat was field-tested in 16 states, including Oregon, from 1998 through 2005, but Monsanto dropped the project before the wheat was approved for commercial planting. It isn’t known whether any of the Oregon wheat got into the food supply or into grain shipments. Even if it did, officials said, it would pose no health threat. The Food and Drug Administration reviewed the wheat and found no safety problems in 2004. Still, the mere presence of the genetically modified plant could cause some countries to turn away exports of American wheat. The New York Times
Compiled by Stuart Silverstein

Q S D

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=R5pwMCQRJ_g

Imagens aéreas do BMW em Araquari - SC - Programa Ecologia em Ação - 01/06/2013

Tema: Imagens aéreas do BMW em Araquari - SC

TV da Cidade

Programa Ecologia em Ação - produção e apresentação Gert Rolland Fischer.
Aos sábados das 18:30 as 19:00hs, reapresentação nas segundas 15:30 as 16:00hs, e nas madrugadas de domingos e terças na TV da Cidade Joinville - www.tvdacidade.com.br

29 de maio de 2013

Luiz Fernando Verissimo comenta essa piada que é o Brazziuuuuuuuuuuuuuuu


"Eu tomo um remédio para controlar a pressão.

Cada dia que vou comprar o dito cujo, o preço aumenta.
Controlar a pressão é mole. Quero ver é controlar o preção.
Tô sofrendo de preção alto. 
O médico mandou cortar o sal. Comecei cortando o médico, já que a consulta era salgada demais.
Para piorar, acho que tô ficando meio esquizofrênico. Sério!
Não sei mais o que é real.
Principalmente, quando abro a carteira ou pego extrato no Banco.
Não tem mais um Real.
Sem falar na minha esclerose precoce. Comecei a esquecer as coisas:
Sabe aquele carro? Esquece!
Aquela viagem? Esquece!
Tudo o que o presidente prometeu? Esquece!
Podem dizer que sou hipocondríaco, mas acho que tô igual ao meu time: - nas últimas.
Bem, e o que dizer do carioca? Já nem liga mais pra bala perdida...
Entra por um ouvido e sai pelo outro.
Faz diferença... 
"A diferença entre o Brasil e a República Checa é que a República Checa tem o governo em Praga e o Brasil tem essa praga no governo"
" Não tem nada pior do que ser hipocondríaco num país que não tem remédio" ....

Luiz Fernando Veríssimo"

23 de maio de 2013

Conselho da Cidade - Programa Ecologia em Ação - 25/05/2013

Tema: Licenciamento Ambiental da BMW

TV da Cidade

Programa Ecologia em Ação - produção e apresentação Gert Rolland Fischer.
Aos sábados das 18:30 as 19:00hs, reapresentação nas segundas 15:30 as 16:00hs, e nas madrugadas de domingos e terças na TV da Cidade Joinville - www.tvdacidade.com.br

Pra que serve o "Bolsa Família"? Ela te explica:

O planeta Terra é você!

22 de maio de 2013

SOLUÇÕES EXISTEM. 
ADIANTA ALGUMA COISA ?
NÃO! DEFINITIVAMENTE NÃO!


Entre os Espinheiros e o Morro do Amaral, o prefeito Udo Döhler de Joinville-SC-"Brazil", poderá autorizar a GIDION ou a TRANSTUSA a utilizarem esses ônibus holandeses. Sai mais barato que fazer uma ponte mega faturada para dividir como sempre o será.

Soluções existem no Brasil. Todavia o  dinheiro do contribuinte dos SUL É MEU PAIS é usado principalmente no Nordeste e Norte, onde cidades inteiras são colonizadas por funcionários públicos. Os bilhões arrecadados nesta rica região do Brasil serve também para adubar os partidos,  lobistas de campanha,  amigos dos Imperadores, milhões de comissionados, os que ajudaram  na campanha, empregos e mais empregos, tudo tirado do transporte, da educação da segurança, da saúde do Sul é Meu Pais. Os amigos do rei não precisam desses requisitos todos para usufruírem o minimo de qualidade de vida, pois o dinheiro surrupiado pela corrupção é suficiente para morarem no exterior, nos paraísos fiscais, no bem bom onde sequer pagam impostos.

19 de maio de 2013

METANO PRODUZ ENERGIA DO LIXÃO EM LIMA NO PERU HA TEMPO.






Há mais de 15 anos venho encorajando os prefeitos de Joinville a instalarem a tubulação de coleta do METANO no Aterro sanitário de Joinville para obtenção de recursos gerados pela venda de energia elétrica e de créditos de carbono. Todavia esses prefeitos não estão a serviço dos eleitores. NÃO! Estão sim, interessados na reeleição, em atender motretas dos que custearam as campanhas causando rombos nos cofres do município, empregar vigaristas que fizeram a campanha, sanguessugas de  partidos políticos que o povo não elege mais, promovendo a fuga de dinheiro, muito dinheiro que deveria seguir para a saúde  educação e segurança. Uma sacanagem sem fim. O povo totalmente alienado e surrado pelas malandragens dos partidos políticos  todos corruptos e corruptores, sem exceções  empobrecem o povo, desestruturam as famílias e levam o cáos a segurança e reduzem a cada ano a qualidade de vida.

Essa é a merda de situação ditatorial que foi implantada não só em Joinville.

JOINVILLE deixa de arrecadar por projetos sustentados  não  implantados valores estimados em:

  1. Central de reciclagem de resíduos sólidos da construção civil - R$ 10.000.000,00 - Dez Milhões ao ano. Por que não acontece? Os prefeitos estão todos enrolados com a MAFIA DA BRITA.
  2. Usina de craqueamento de resíduos de plastico reciclados nas cooperativas - R$ 4.000.000,00 - Quadro milhões. - Por que não acontece? - Incompetência técnica e compromisso ético. 
  3. Projeto de MDL no Aterro Sanitário gerenciado pela por concessão. Por que não acontece? Corrupção. Os empreendedores que chegam a Joinville são assediados pelos corruptores políticos  Não concordam e desistem de Joinville. Valores anuais que deixam de entrar no caixa da PMJ- R$ 6.000.000.00 - Seis milhões de reais.
  4. Projeto de uso do METANO gerado no aterro sanitário de Joinville para geração energética elétrica. Estimativa de renda anual R$ 24.000.000,00 - vinte e quatro milhões. Por que não é implantado? Pelos mesmos motivos do item anterior. Os sanguessugas políticos querem metade do rendimento como "RAXID" ou seja, querem ser sócios sem investimentos lesando o povo. Investidores sérios não se metem com essa gente. 
  5. Resultado = O CAIXA DA PREFEITURA NUNCA TEM RECURSOS PARA INVESTIMENTO.

17 de maio de 2013

Poluição é maior causa de protestos na China; situação é caótica em Pequim



From: Zuleica.nycz@gmail.com - Forum ambiental de ONGs do Paraná. 
Em uma escala de medição da concentração de partículas PM 2.5 (as de diâmetro igual ou inferior a 2.5 micrômetros, altamente nocivas por serem difíceis de serem filtradas) em um metro cúbico de ar chegou a 993 em janeiro em Pequim – em um episódio que ficou conhecido como o “arpocalipse”. A régua de medição, criada em Pequim pela Embaixada dos Estados Unidos, vai de 0 (ar não é poluído) a 500 (poluição altamente nociva). Conforme a Organização Mundial da Saúde, concentrações acima de 100 micrômetros por metro cúbico são consideradas o pior nível para a saúde.

Poluição é maior causa de protestos na China; situação é caótica em Pequim

http://ia.nspmotion.com/tracking/?p=105306&sc=23334
Mais da metade dos incidentes públicos na China são originados da insatisfação com o meio ambiente no país, conforme Chen Jiping, ex-chefe do Comitê de Assuntos Políticos e Legislativos do Partido Comunista da China (PCC). Há entre 30 mil e 50 mil protestos anualmente no país, de acordo com Chen.
“Se você quer construir uma planta industrial, e essa planta poderá causar câncer, como as pessoas poderiam permanecer calmas?”, indagou Chen durante a Conferência Popular de Consulta e Política em abril, em Pequim.
Com o aumento da pressão social, até mesmo as políticas nacionais precisaram ser mudadas. Na semana passada, foi o final de semana que mudou de data. A China celebra no dia 4 de maio um importante movimento estudantil ocorrido em 1919. Mas em Chengdu, capital da província de Sichuan, a data também representa o aniversário de seis anos de um protesto contra a construção de uma refinaria de óleo e produtos petroquímicos, como o P-xileno, da PetroChina – um projeto que absorveu um investimento de US$ 6 bilhões.
Durante a semana que precedeu o dia 4, milhares de mensagens e panfletos foram distribuídos pela cidade e entre seus 15 milhões de habitantes urbanos. Os textos chamavam para um protesto contra a instalação de outras fábricas que produzem P-xileno – um químico altamente poluente utilizado na fabricação de plástico PET – na região. Uma mulher foi obrigada a pedir desculpas na televisão local por repassar um post no seu microblog pessoal sobre o protesto, marcado para o meio-dia de sábado.
Dez dissidentes foram presos e moradores receberam a visita de policiais que pediam que as pessoas “não acreditassem nos boatos disseminados por pessoas que queriam utilizar a data para criar caos”. A resposta do governo provincial foi trocar o final de semana para a segunda-feira, dia 6, deixando o sábado como um dia útil e minando as chances de o protesto virar um grande aglomerado fora do controle.
Procurada pelo Terra, a prefeitura de Chengdu não quis dar entrevista sobre o ocorrido.
Em Kunming, cidade vizinha, o protesto contra a mesma fábrica aconteceu e levou mais de duas mil pessoas às ruas. A refinaria da PetroChina é alvo de protestos desde 2007, e a mobilização social já conseguiu embargar a contrução de plantas nas cidades de Xiamen, Dalian e Nigbo.
“Arpocalipse” – Estudo publicado em março pelo Deutsche Bank aponta que o governo central precisa de um plano “big bang” para lidar com sua crise ambiental. O nome do plano sugerido pelo banco é consoante à realidade dos números da poluição do ar no país, que chegaram ao cataclismo em janeiro deste ano.
Em uma escala de medição da concentração de partículas PM 2.5 (as de diâmetro igual ou inferior a 2.5 micrômetros, altamente nocivas por serem difíceis de serem filtradas) em um metro cúbico de ar chegou a 993 em janeiro em Pequim – em um episódio que ficou conhecido como o “arpocalipse”. A régua de medição, criada em Pequim pela Embaixada dos Estados Unidos, vai de 0 (ar não é poluído) a 500 (poluição altamente nociva). Conforme a Organização Mundial da Saúde, concentrações acima de 100 micrômetros por metro cúbico são consideradas o pior nível para a saúde.
Na capital chinesa, a situação é mais do que caótica. Um estudo liderado pela Universidade de Pequim e o Greenpeace mostra que o alto índice de PM2.5 no ar causam a morte de 8.572 pessoas ao ano, o que representa um perda econômica de US$ 1,08 bilhão ao centro do poder do PCC.
Depois do “arpocalipse” de janeiro, a prefeitura de Pequim anunciou um investimento de 100 bilhões de yuans (R$ 32,7 bilhões) em três anos para tratar da poluição do ar e esgotos. Mais de 39% da contaminação do ar na cidade, contudo, vem dos arredores; em um raio de 600 quilômetros da cidade há mais carvão consumido do que nos Estados Unidos. A província vizinha de Hebei é responsável por 80% da queima nacional de carvão – a fonte de energia mais utilizada na China. Entre 50% e 70% das PM2.5 respiradas em Pequim são oriundas de Hebei e Shandong, que dividem fronteira com a capital. As duas províncias juntas consumiram, em 2011, 700 milhões de toneladas de carvão – mais do que a Alemanha queima anualmente e do consumo total da Índia –, segundo o Greenpeace.
Mídia – Pauta diária das mídias nacional e estrangeira, a crise ambiental chinesa tem levado centenas de milhares de chineses às ruas para protestar por melhores condições de vida. E muitos dos protestos, como o marcado para acontecer no dia 4 de maio em Chengdu, tornam-se possíveis em função das novas ferramentas eletrônicas disponíveis.
“O governo agora se vê pressionado para lidar com os casos mais rapidamente, pois a imprensa está revelando muito mais casos, e as pessoas ficam sabendo mais através das mídias sociais”, aponta Ma Haibing, gerente do programa para a China do Worldwatch Institute, de Washington.
De acordo com Yang Zhaofei, vice-diretor da Sociedade Chinesa de Ciência Ambiental, o número de incidentes públicos envolvendo poluição vem crescendo a uma média de 29% ao ano desde 1996. No ano passado, o aumento foi de 120% comparado ao ano anterior. “Esse acréscimo está ligado intimamente à popularização da internet e, especialmente, ao surgimento dos microblogs”, avalia Ma.
O especialista explica que, há uma década, o assunto “meio ambiente” era ainda um tabu, e muitas das histórias envolvendo vilas de câncer e poluição por fábricas eram somente reveladas por empresas de mídia de outras províncias, que não poderiam sofrer retaliação das prefeituras diretamente. Com a escalada do uso de redes sociais nos últimos dois anos, ocultar casos como o de Sichuan se tornou uma tarefa quase impossível.
Em Niuchong, uma vila na província de Hubei, o número de pacientes com câncer aumentou 80% nos últimos 30 anos. A poluição da água por crômio-6, cádmio e arsênico causada pela Dasheng, empresa que explora mina de fosfato e fabrica fertilizantes, fez de Niuchong um dos mais novos casos crônicos de vilas de câncer na China – um lugar onde nem os porcos sobrevivem à alimentação com melancias plantadas na região. Desde 2010, um grupo organizado por camponeses locais protesta semanalmente em frente às portas da fábrica. Os três primeiros líderes das mobilizações foram presos.
Liu Jianqiang, editor do portal China Dialogue e especialista em meio ambiente, acredita que o crescimento da classe média e a melhora da qualidade de vida contribuíram com a coragem que a sociedade precisava para levar os protestos do mundo virtual para o real. “A situação já está intolerável, e é uma ameaça à saúde e à vida. Morador de nenhuma cidade vai mais aceitar que uma fábrica esteja matando seus filhos – e filhos únicos – pouco a pouco para garantir suas altas receitas.” (Fonte: Terra)
O Fórum foi uma proposta apresentada pela FEPAM - Federação Paranaense de Entidades Ambientalistas e pela UNEAP - União de Entidades Ambientalistas do Paraná.  Tendo como principal ação, integrar, consolidar e proporcionar condições de fortalecimentos de mais de 170 ONGs deste colegiado, que encontram-se em mais de  100 Municipios do Estado do Paraná.  É um espaço democrático, unindo todas as bandeiras do sócio-ambientalismo.  As Reuniões do FÓRUM são abertas a toda comunidade, ONG´s, OSCIPS, Fundações. 

http://www.facebook.com/forumdomovimentoambientalistadoparana

https://twitter.com/forumparana
@forumparana

http://www.forumambientalistadoparana.org/

16 de maio de 2013

LEIA TAMBEM O JORNAL DA CIDADE.

http://www.jornaldacidade.tvdacidade.com.br/

Portal do Mar - Joinville - Programa Ecologia em Ação - 18/05/2013

Tema: Portal do Mar - Joinville

TV da Cidade

Programa Ecologia em Ação - produção e apresentação Gert Rolland Fischer.
Aos sábados das 18:30 as 19:00hs, reapresentação nas segundas 15:30 as 16:00hs, e nas madrugadas de domingos e terças na TV da Cidade Joinville - www.tvdacidade.com.br

Projeto inédito no mundo produz energia a partir de gás metano do lixo


RJ: projeto inédito no mundo produz energia a partir 


de gás metano do lixo


Depois do fechamento do Aterro de Gramacho, a montanha de lixo de 60 metros de altura que seria um problema ambiental terá um fim mais nobre.




O lixo vai produzir energia na Baixada Fluminense. Começa a operar em junho um projeto inédito no mundo, que aproveita o gás metano acumulado no antigo aterro sanitário de Gramacho.
Até junho do ano passado Gramacho era o maior aterro de lixo da América Latina. Durante quase 35 anos, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, recebeu milhões de toneladas de resíduos do Rio de Janeiro e dos municípios vizinhos.
O fechamento do aterro deixou para trás uma montanha de lixo de 60 metros de altura. O que à primeira vista parecia ser um gigantesco problema ambiental tem agora um fim bem mais nobre. A decomposição da matéria orgânica acumulada nas profundezas gera metano, um gás combustível, também chamado de biogás.
A partir de junho, o aterro de Gramacho passará a ser oficialmente uma usina de energia. Todo o gás metano do aterro será retirado e transportado por tubulações em direção à estação de tratamento, onde o gás será purificado e bombeado até uma refinaria de petróleo. É o primeiro negócio do gênero no mundo.
São seis quilômetros de extensão de gasoduto, do aterro até a Refinaria Duque de Caxias. O volume de biogás bombeado a cada dia para a Reduc equivale a todo o gás natural consumido diariamente nas residências e estabelecimentos comerciais de todo o estado do Rio.
O contrato prevê o fornecimento de gás por 15 anos. O aterro tem capacidade para gerar 70 milhões de metros cúbicos de biogás por ano, suficiente para abastecer uma frota de 50 mil carros movidos a gás que rodassem 10 mil quilômetros por ano cada um.
“Toda e qualquer cidade poderia ter, a partir do seu aterro, realmente transformando o biogás em gás, equivalente ao GNV, eu dia melhor que o GNV, inclusive em termos de características, e abastecer uma parte da frota da cidade”, afirma o presidente da empresa operadora do sistema, Manoel Avelino.
São ao todo 300 pontos de captação espalhados pelo aterro. Em cada um deles, o gás do lixo sai na pressão. “O aproveitamento energético de aterro, do gás que é gerado no seu interior, é um dever que todos temos que assumir e providenciar para que possa ser simplesmente o fornecimento de gás para residências próximas, geração de energia no próprio aterro ou até purificação e uso como no gás veicular”, afirma o assessor da Diretoria Técnica e de Logística da Companhia de Limpeza Urbana do Rio, José Henrique Penido.

13 de maio de 2013

brasil, eterno paiseco de 5a. categoria ficará sonhando com o FUTURO - hehehehehe


Estadão Forum Leitores (forum@estadao.com)

As notícias de que os Estados Unidas estão recebendo de volta suas indústrias que haviam migrado para o exterior comporta um risco para o Brasil. Estão voltando porque podem produzir melhor e mais barato em seu país, evitando países como o nosso. E ainda, competirão conosco. Um dos diferenciais é o custo e qualidade da energia em desenvolvimento há cerca de 3 anos, o gás do xisto, menos poluente e custando 20% de nossa energia. O Brasil tem xisto mas não tem tecnologia nem dinheiro para explorá-lo e assim como no caso do pre-sal, ficaremos para trás. Continuaremos a ser o país do futuro. Enquanto os EUA se recuperam de uma crise extremamente difícil, nós não conseguimos resolver problemas de infra estrutura, tributação sobre a produção, falta de competitividade, ausência de modernização nem os básicos, como educação e saúde. Aqui ouve-se, apenas falar em politica e eleições. Não existe a palavra progresso.

10 de maio de 2013

estão chegando os espiões


terça-feira, 7 de maio de 2013

Foro de São Paulo manda Brasil importar 6 mil “médicos” cubanos para propagandear “socialismo”


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão – 
serrao@alertatotal.net

Abusando da desculpa de que o Brasil precisa de pelo menos seis mil profissionais de  saúde para atender a população em áreas e regiões carentes, o governo Diilma-Lula vai promover o seu “maior salto” rumo a um regime dito socialista – que, na verdade, pretende mesmo é perpetuar o PT no poder. A prometida contratação de seis mil médicos cubanos atende mais a uma tática ideológica do que a uma real necessidade do setor de saúde.

O modelo de adotar pregadores ideológicos do socialismo, enquanto prestam serviços comunitários de medicina, foi a mais recente decisão tomada pelo Foro de São Paulo, na reunião realizada em Havana. A cúpula da esquerda na América Latina e Caribe resolveu que é hora de o Brasil acelerar o tal “salto ao socialismo”, pela via da propaganda. O “comercial” televisivo do PT, nas inserções eleitoreiras da televisão, a ofensiva da mentirosa Comissão da Verdade (para intimidar os militares como guardiões da soberania) e os ataques diretos ao Poder Judiciário e agora a promessa de contratar “médicos” cubanos fazem parte do pacote ideocrático.

No Brasil, o Foro de São Paulo quer implantar a experiência ideológica bem sucedida na Venezuela de Hugo Chávez. Se a medicina cubana não foi capaz de curar o comandante do socialismo bolivariano do século 21, os médicos formados na linha ideológica dos irmãos Castro tiveram um importante papel no atendimento à população carente. Não só na prestação de serviços de saúde, mas, principalmente, como formadores de opinião e líderes ideológicos nas comunidades, propagandeando e fortalecendo as ideias chavistas.

Já ficou definido que a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) – um daqueles organismos multilaterais da Nova Ordem Mundial - vai gerenciar a contratação dos médicos cubanos para o Brasil. O Ministério da Educação Capimunista e o Ministério da Saúde já têm um esqueminha montado para validar os diplomas dos médicos cubanos. De imediato, os cubanos que vierem para cá numa primeira leva ganham uma “validação provisória”. Um acordo neste sentido já foi selado entre o chanceler brasileiro Antônio Patriota e seu “companheiro” cubano Bruno Rodriguez.

A chiadeira contra a vinda dos médicos cubanos já começou. No entanto, a gritaria inicial segue apenas o tom “corporativista”. O Conselho Federal de Medicina soltou uma nota classificando a intenção do governo Dilma-Lula de “programa político-eleitoral”. O CFM “condena veementemente qualquer iniciativa que proporcione a entrada irresponsável de médicos estrangeiros e de brasileiros com diplomas de medicina obtidos no exterior sem sua respectiva revalidação”. Tal crítica “técnica” deve ser inócua,  já que o governo tem os “caminhos legais” para dar validade aos diplomas – principalmente dos “companheiros” cubanos.

O Brasil tem hoje cerca de 371 mil médicos ativos – porém mal distribuídos entre as regiões. A média é de 1,73 médicos por grupo de mil habitantes. Na Argentina, a média é de 2,3. O baixo indicador é usado pelo governo como desculpa para trazer os estrangeiros. Além disso, o plano oficial se aproveita do fato de que a grande maioria dos médicos não quer atuar em periferias. Os cubanos aceitam tudo. Até porque qualquer salário aqui – em condições de mais liberdade – será sempre muito mais alto que o pago na Ilha da Fantasia Comunista.  

Em tese, o Brasil não precisaria importar médicos. Nossas 197 escolas de medicina formam, anualmente, uma média de 16 mil médicos. O problema é a má qualidade, já que a metade dos formados não passa nos exames de avaliação dos Conselhos de Medicina. A meta já anunciada pelo Governo Dilma-Lula é que o número chegue a 20 mil formados, em 2020. No papel, os quatro mil formados a mais seriam usados na ampliação do Sistema Único de Saúde em seu modelo de “medicina pública de intervenção cotidiana”.

O grande problema é que os “médicos” cubanos farão essa tal “intervenção cotidiana” com o cunho estrategicamente ideológico, segundo a visão retrógrada e farsante do socialismo – que seduz os incautos e ignorantes com muita facilidade, principalmente nas regiões pobres já adestradas pelos bolsa-famílias da vida. A combinação entre clientelismo assistencialista e a pregação ideológica, enquanto se presta algum serviço de saúde, com total proximidade entre o médico-pregador-ideológico e o seu alvo político, é mais uma etapa do tal “salto” que o PT anuncia em sua propaganda institucional.

A vinda dos médicos cubanos só não representa mais uma gravíssima ameaça à soberania porque a nossa soberania brasileira já foi para o ralo há muito tempo, sem que a maioria dos cidadãos-eleitores-contribuintes daqui percebam ou se importem realmente com tal problema e suas perigosas consequências. Tudo sob o comando geral do Foro de São Paulo – cujo comandante maior no Brasil, entre os petistas, é o super aspone Marco Aurélio Garcia – personagem com grande trânsito no Instituto Tavistoc de Relações Humanas, de Londres, onde um filho dele trabalha...

6.000 CUBANOS DESEMBARCARÃO NO BRASIL EM BREVE. VOCE SABE PARA QUE?

Os leitores desse blogger, peço atenção para o que lerão a seguir. No meu entender, feita a leitura por duas vezes do desagravo do Medico Humberto de Luna Freire Filho é uma só. O governo comunista que se instalou no Brasil, esta contratando 6.000 cubanos com o rotulo de médicos para se infiltrarem no texto social brasileiro e atenderem o programa dos governos bolivarianos. 

URGE, URGENTE, URGENTISSIMO, é tomarmos definitivamente uma posição. Não sei não, se ja não perdemos o momento da VOLTA A LEGALIDADE CONSTITUCIONAL que foi perdida em 2002. 
O autor enviou o artigo abaixo a varios jornais e autorizou a sua divulgação neste blogger.


Sr. ministro da saúde da República Bolivariana do Brasil ! 

Há uma semana a imprensa nacional anunciou que o seu governo vai contratar um exército de 6.000 "médicos" lá do museu de Fidel Castro. Inicialmente pensei tratar-se de uma piada de mau gosto mas, infelizmente, trata-se de uma verdade imoral como tudo parido por esse governo, porém real.
Na condição de médico e cidadão brasileiro, contribuinte e pagador de seu alto salário, tenho o direito constitucional de lhe exigir uma explicação técnica para tamanha aberração. Queremos uma explicação que não envolva ideologia e muito menos incompetência ou pragmatismo. Queremos a verdade absoluta e não a verdade do valor prático em função dessa política suja, que é a tônica desse governo do qual o Sr. faz parte. Saiba que a tolerância da sociedade organizada, após ver nos atuais homens públicos tamanha falta de caráter, está próxima do limite
A falta de ética e de moral somadas à incompetência administrativa reinante no país atingiu nível intolerável. A sociedade exige respeito aos regulamentos e às leis. Nós não somos a Venezuela, não somos a Bolívia, não somos o Equador, não somos Cuba e os senhores, inclua-se aí o desmoralizado Itamaraty, não conseguirão transformar o Brasil em nenhum desses chiqueiros.

Aproveito a oportunidade para solicitar do Conselho Federal de Medicina e dos Conselhos Regionais que comuniquem individualmente, através de mala direta, a todos os seus membros inscritos, uma posição oficial que esperamos seja de repúdio a essa imposição do Fórum de São Paulo, organização essa que tem com orador assíduo nosso venerável ministro da Justiça. Uma excrescência criada pelo exu de Garanhuns e a múmia do Caribe com a finalidade de articular a comunização do continente latino-americano.

E agora um segredo, só para os dirigentes dos nossos órgãos de classe. Que ninguém ouça: Cuba, na miséria quase que absoluta, com uma população menor do que a da cidade de São Paulo, não produziria médicos em série a ponto de exportar em menos de dois anos 1 mil para a Venezuela e 6 mil para o Brasil. Para refrescar a memória dos mais antigos e para os que desconhecem, segue um fato relevante no atual contexto: o Chile no governo de Salvador Allende também importou "médicos" da ilha, porém eles não usavam bisturi, usavam rifles.

Humberto de Luna Freire Filho - MÉDICO
CREMESP 35.196 - CREMERJ 26.078
PS - Texto livre para quem quiser repassar ou publicar desde que mantenha os créditos.

9 de maio de 2013

ARAQUARI-LICENCIAMENTO DE MEGAS PROJETOS - Programa Ecologia em Ação - 11/05/2013

Tema: Qualidade de vida em Joinville

TV da Cidade

Programa Ecologia em Ação - produção e apresentação Gert Rolland Fischer.
Aos sábados das 18:30 as 19:00hs, reapresentação nas segundas 15:30 as 16:00hs, e nas madrugadas de domingos e terças na TV da Cidade Joinville - www.tvdacidade.com.br



Gert, 

estou assistindo os vídeos – excelentes! No primeiro vídeo, quando o Dr. Virmond fala em compensação na forma de um hospital, acho que precisa esclarecer isso um pouco mais. É claro que a existência de um hospital é condição básica para um grande empreendimento se instalar, assim como uma de delegacias especializadas de polícia (já que milhares de trabalhadores vão invadir a cidade, e bares e prostituição serão trazidos pelas quadrilhas de drogas e armas para a região para “alimentar” a alienação política e fomentar a degradação social), assim como uma série de serviços indispensáveis para a população, como escolas e centros culturais. Tudo isso aconteceu com Porto Velho, em Rondônia, com a construção das Usinas do Rio Madeira. Prostituição infantil, fome, doenças, drogas, violência se tornaram incontroláveis, e na outra ponta, a única delegada de polícia do município da região metropolitana mais próximo da usina só tinha um celular (não há nem telefone fixo..), nenhum posto de saúde, as famílias foram desestruturadas, o abastecimento de água foi comprometido (em termos de qualidade e quantidade) e o caos se instalou para garantir que o modelo fordista-desenvolvimentista prosperasse impunemente. Mas eu não sei como está a estruturação de Araquari hoje... - e a compensação ambiental tem que ser ambiental, certo?
No segundo vídeo você faz perguntas muito pertinentes, dá uma aula para a população sobre o significado da audiência pública e do seu direito de participar e exigir respeito pelas autoridades licenciadoras e pela empresa. A demanda de água da indústria, pelo jeito, é monstruoso, e pior, para onde vão os efluentes líquidos (Rio Piraí, já saturado, como você diz?). Qual a capacidade do rio para captação de água ? você diz que não tem mais... há múltiplos usuários que devem ser respeitados, e o uso tem que ser disciplinado, certo.
Segurança jurídica e segurança técnica, você menciona, é fundamental. Excelente aula.
Pergunto se o MP-SC está atuando nisso, ou ... ?
ótima ideia você fazer uma apresentação para nós.
Abs.
Zuleica



Golfinho pede ajuda a mergulhador!

Projeto quer obrigar os "Telhados Verdes" em Curitiba

2 de maio de 2013

Nos EUA Terroristas. No Brasil HERÓIS





Perfil do<br />
Castelo_Branco
Sarides


Nos EUA Terroristas. No Brasil HERÓIS


Os irmãos Tsarnaev terroristas dos atentados em Boston se tivessem praticado este crime no Brasil, seriam considerados Heróis, e receberiam indenizações e pensões conforme já recebem os ex-terroristas brasileiros. A presidente Dilma está na fila para receber.


Os conspiradores dos anos 60, Dilma Rousseff, Franklin Martins, José Dirceu, Marco Aurélio Garcia, Fernando Pimentel, etc., querem que o mundo acredite que eram e ainda são democratas. Quem recebeu treinamento em Cuba, China, URSS, Albânia e Coréia do Norte não são afeitos à liberdade que a democracia faculta.


Aqueles terroristas dos anos 60 hoje no comando do País, atuam ostensiva e permanentemente para implantar a sonhada ditadura do proletariado. Os derrotados e os agregados que conspiram, estão sendo monitorados e no momento certo serão neutralizados. Só eles acreditam que sairão vitoriosos. Foi assim em 1935 e em 1964.


A Comissão da Verdade será o “mote” para a derrocada final da esquerda festiva, corrupta e mentirosa. Em nenhum lugar do mundo esta bestial ideologia logrou produzir o bem. O saldo é assombrosamente negativo. Terror, mentira, fome, miséria e mais de cem milhões de mortos.


Lá nos EUA os terroristas são tratados a FERRO e FOGO, não tem essa de segunda chance. Aqui no Brasil os comunistas estão executando a terceira tentativa...


Nós temos um dito popular: “um é pouco, dois é bom! Três é demais!


SERÁ?


Assista ao vídeo!

Por que esta ocorrendo perseguição aos bombeiros voluntarios de SC e Joinville?


DEPUTADO Sargento Amauri Soares é contra BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS


O deputado estadual Sargento Amauri Soares (PDT-SC) será recebido pelo ministro Luiz Fux no Supremo Tribunal Federal (STF) para tratar da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4886) contra dispositivos inseridos na Constituição catarinense que permitem Corpos de Bombeiros Voluntários a celebar convenio com municípios para que essas corporações certifiquem o cumprimento de normas de segurança contra incêndio.
 A reunião será hoje 02.05.13 no gabinete do ministro, e vai contar também com a participação do comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Marcos de Oliveira, e de comandantes de outros estados.

A maior fonte de renda da PM-BOMBEIROS em SC e em outros estados da Federação, dinheiro que não é transparentemente declarado tanto os valores, o destino e uso, respectivamente. Para prestar esse serviço de vistorias os bombeiros chapas branca pagos com o nosso IMPOSTO ABSURDAMENTE ELEVADO,  existe uma tabela em cada corporação, a mesma tabela utilizada no centro de baladas e drogas KISS. Essa tabela pratica custos exorbitantes, fora de qualquer racionalidade que possa corresponder com o serviço prestado por algumas unidades na federação. O que interessa são as absurdas faturas cobradas para fornecer um papel de "de regularização sem que se apresente o respectivo laudo de vistoria nas instalações da unidade alvo.
Os Bombeiros voluntarios que vem da sociedade onde vivem e trabalham, doam grande parte de seu tempo oferecendo gratuitamente a proteção sem ARROGANCIA, do patrimônio publico e particular em caso de sinistros. 
Para tirar duvidas sobre essa disparidade gigantesca que há na cobrança dos ALVARÁS, entre BOMBEIROS CHAPA BRANCA e os BOMBEIROS DO BEM e DO VOLUNTARIADO, o MINISTERIO PUBLICO ESTADUAL deveria abrir um INQUERITO CIVIL PUBLICO para esclarecer duma vez por todas essas gigantescas duvidas que pairam para os contribuintes. 

Em Joinville poderiamos ter explicações através do Vereador James Schroeder que é do mesmo PDT  do Sargento soares que parece advogar em causa própria. 

BMW em Araquari - SC - Programa Ecologia em Ação - 04/05/2013

Tema: Qualidade de vida em Joinville

TV da Cidade

Programa Ecologia em Ação - produção e apresentação Gert Rolland Fischer.
Aos sábados das 18:30 as 19:00hs, reapresentação nas segundas 15:30 as 16:00hs, e nas madrugadas de domingos e terças na TV da Cidade Joinville - www.tvdacidade.com.br

ATENÇÃO O 4G NO BRASIL É PADRÃO EUROPEU !!!!

ATENÇÃO O 4G NO BRASIL É PADRÃO EUROPEU !!!!

As instalações de transmissões de banda larga 4G no Brasil serão feitas inicialmente em 8 cidades brasileiras,sendo 6 sedes da Copas das Nações e mais em Florianópolis e Curitiba.
O detalhe é que está sendo utilizando o padrão europeu,cuja frequência é 2,5 Giga Hertz enquanto o padrão dos USA é de 750 Mega Hertz.Assim não adianta comprar aparelhos dos USA,pois aqui funcionariam como se fossem em 3G.
FONTE:Rede Globo

1 de maio de 2013

ensinar professores de creches sobre ereção de bebês e masturbação


O que a escória Comunista do PT está fazendo !!!
Vençam os seus preconceitos sobre os evangélicos e sua preguiça e acompanhem o vídeo de uma hora da pastora que trabalha no Congresso como Assessora do Legislativo denuncia (a partir dos 11 minutos do vídeo):
1 - “ A prefeitura de São Paulo contratou Grupo de Trabalho e Pesquisa em Orientação Sexual (GTPOS) por 2 milhões de reais para ensinar professores de creches sobre ereção de bebês e masturbação...”, influenciado por especialistas holandeses, que afirmam a necessidade de os pais masturbarem seus filhos a partir dos 7 meses de idade;
2 - Lilia Rossi, do Ministério da Saúde, em 2002 afirmou “... Uma educação diferenciada, poderá fazer desabrochar em todo menino o seu lado feminino e em toda menina o seu lado masculino”;
3 - Cartilhas de autoria de Miguel Paiva entregues para crianças a partir dos dez anos, a cartilha se chama “De Homem pra Homem”, o tema era impotência masculina, gastaram milhões para ensinar o homem como ter relação sexual. Não encontraram os homens e resolveram passar para as escolas. A diretora disse que os meninos pegaram a cartilha e iam para o banheiro da escola. Dinheiro usado com verba pública e distribuído para as escolas brasileiras;
4 - Cartilha do SUS (o SUS, que não tem dinheiro para fazer cirurgia de catarata) fez uma cartilha para usar em postos de saúde e escolas, objetivando ensinar sobre drogas e DST. A metodologia da cartilha era “sente as crianças no chão e mostre as gravuras” As inscrições: “Ao usar o crack, passe um protetor labial. Ao comprar ecstasy, cuidado com o fornecedor. Procure conhecer o traficante.” Na parte do sexo, fala sobre sexo anal, vaginal e entre mulher x mulher. Figuras de dois homens transando na parte sobre sexo anal.
5 - Cartilha distribuída na prefeitura de Porto Velho/RO mostra que “menina esperta vive melhor”, ensinando meninas de 9 anos a se masturbarem.
6 - Cartilha distribuída em Campo Grande, de título “Confidencial”, orientando que não pode mostrar para pai ou mãe, ensinando como a menina de dez anos deve usar o dedinho para não se machucar enquanto se masturba. Há uma página onde há uma lista de “dez mais espetaculares ficadas”, em que os meninos e meninas devem escrever suas experiências de ficar. Fala também sobre o ponto G – para crianças de dez anos.
7 – Cartilha apoiada pela UNICEF mostra máquina de camisinha distribuídas nas escolas para meninos de 12 anos;
8 – Cartilha chamada “O Fazendeiro Solitário” distribuída exige que crianças façam uma redação sobre uma gravura em que mostra um fazendeiro com um órgão sexual gigante, e as galinhas da fazenda todas “arrombadas”. Cartilha para crianças de dez anos.
9 – Livro “O príncipe e o príncipe”, para crianças de dois anos, mostram um rei que procura outro rei, e eles vivem felizes para sempre.
10 – Orientação do MEC em cartilha “Menino brinca de boneca?” também faz apologia ao homossexualismo.
11 – Criança de 3 anos chupam o pipi do coleguinha na escola, a professora foi censurada por condenar a atitude.
12 – Cartilha de apologia a bissexualidade.
13 – Livro para crianças de 2 e 3 anos, “Aparelho sexual e cia”, a mãe compra o livro, tem um bonequinho e bonequinha, há um buraquinho no livro em que a mãe coloca o dedo e fecha o livro, o dedo se transforma no pênis masculino. Ensina “como transar”.
14 – Cartilhas indicam a “Secretaria Nacional de Direitos Humanos”, em caso de dúvida.
15 – Capa de disco da Xuxa de carnaval fazendo apologia à pedofilia.
Eu só descrevi até a metade do vídeo. Há muito mais. Assistam.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget