4 de março de 2013

UM ABSURDO MERCENÁRIO E IDIOTA

UM CARRO DE SOM DE UMA EMPRESA DE RH anuncia ha dias nos bairros da zona Sul de Joinville, 400 empregos na Whirlpool S.A. - Unidade Eletrodomésticos - Joinville localizada na zona Norte - Distrito industrial de Joinville.

Observem o absurdo: esses infelizes futuros operarios da empresa estrangeira irão diariamente se deslocar pelo centro da cidade de Joinville, percorrendo mais de 20 km de ida e mais de 20 km de volta, infernizando e lotando vias publicas que não foram planejadas para tal. Gastarão por dia 4 litros de combustível que multiplicado por 400 somarão 1.600 litros que serão queimados e se transformarão em poluição, aumento do CO2, aumento da temperatura, aumento dos temporais de verão diante do aquecimento gigantesco que a cidade ja registra. Por mes gastão 48.000 litros, e por ano 576,000 litros de gasolina.  Aonde esta a sustentabilidade dessa contratação tão burra ?

O que leva uma empresa de RH a ser tão perversa ? Trabalhar DECLARADAMENTE -  contra a administração municipal que tenta resolver os problemas de mobilidade ?
Empresários dando tiro no pé do PREFEITO EMPRESARIO?

Se cada novo empregado da zona Sul quando for trabalhar na Whirlpool S.A  for de carro, serão  400 carros e motos a mais entupindo nossas vias.

As empresas multinacionais localizadas no municipio de Joinville que impactam e paralizam o transito da cidade exigindo mega investimentos dos PREFEITOS, tivessem algum compromisso nos municipios onde se instalam para ganhar dinheiro e lucrar com suas fabricas, deveriam mediante TERMOS DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA do MINISTERIO PUBLICO, auxiliar entre outros investimentos, tambem nas soluções da mobilidade. Aí sobraria senhores PROCURADORES DO ESTADO DE SANTA CATARINA E PROCURADORES DA REPUBLICA compromissados com os contribuintes e cidadãos, que certamente em lugar de construir elevados, poderiam os PREFEITOS com essa dinheirama pesada, construir melhores escolas, pagar melhor os professores, construir melhores hospitais, atender melhor as filas dos que estão ha anos esperando por cirurgias.

BMW, MG e outras que se instalam por aqui, quando apresentam o EIV - ESTUDOS DE IMPACTO DE VIZINHANÇA onde tambem constam os estudos de mobilidade apresentados para as agencias de licenciamento ambiental e divulgados festivamente nas audiências publicas circenses, enganosamente não mostram a realidade futura, o desastre que construirão. Com a complacência das agencias ambientais de terceiro mundo subserviente do capital estrangeiro no Brasil, os EIVs contratados pela propria RAPOSA, no galinheiro que frequentam,  apresentam IEVs mentirosos, enganosos - coisa para idiotas do terceiro mundo que insistem ainda em bater palmas. Geralmente para esses certames circenses um  tiragosto de alimentos vencidos é serviço para a indiarada nativa da região, na maioria das vezes contratados como plateia que bate palmas, cada vez que um maestro tambem comprado, faz sinal com as duas mãos batendo uma na outra.

A LOT, - Lei de Ordenamento do Solo de Joinville, não vai tratar de nada disso. Vai tão somente procurar aumentar o lucro dos que nos exploram e dificultam nossa vida e nos tiram a qualidade de viver  que ainda desfrutamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget