27 de janeiro de 2013

NÃO VOTAMOS NOS NOVOS VEREADORES PARA ALUGAR OU COMPRAR CARROS PARA USO PROPRIO

Comentarios e Opiniões: Os carros da Câmara



Posted: 26 Jan 2013 03:51 AM PST

Os carros da Câmara de novo

Algumas coisas não mudam, e é uma pena, porque os eleitores votaram justamente para que as coisas mudassem. No caso da nossa Câmara de vereadores, de novo volta à tona o tema dos carros do legislativo. As informações publicadas mostram que há gente interessada em imbecilizar a sociedade, achando que apresentar o problema reduzindo-o a um debate sobre se é melhor alugar o comprar os ditos carros é a solução.

Na verdade o problema dos gastos excessivos do nosso legislativo se origina na frouxidão do executivo, que não busca adequar o orçamento da Câmara de Vereadores a valores acordes com a realidade de Joinville. Alguns podem achar que é pura venalidade ou simplesmente debilidade do executivo que não quer enfrentar o legislativo e que prefere deixar correr solto. Não é o caso neste momento, quando o prefeito conseguiu cooptar a 18 dos 19 vereadores. O momento político é o adequado para colocar o tema do orçamento e do custo da Câmara em pauta.

O presidente da Câmara adotou uma posição bíblica, estilo Poncio Pilatos, encaminhou um questionário aos nobres edis para que se manifestem sobre o uso do carro oficial. E a partir das respostas se farão os estudos econômicos para definir se a melhor opção é o aluguel ou a compra dos veículos. O questionamento deve ser abordado a partir de outra premissa: Precisam os nossos vereadores de veículos? Quantos são necessários para atender as necessidades de serviço da Câmara? Durante a campanha eleitoral era comum ver os vereadores / candidatos se dirigir aos seus compromissos de campanha utilizando o veiculo da Câmara, o que deve ser considerado uma vantagem desproporcional frente aos demais candidatos. Perguntar aos atuais vereadores se querem um carro oficial, para levar para casa e ir ao supermercado, é o equivalente a uma criança se quer bala. A resposta é clara.

A proposta mais coerente deveria ser a de que os vereadores de Joinville usassem o transporte coletivo, poderiam inclusive estar mais próximos dos seus eleitores, postos a continuar na mesma linha de raciocínio deveriam se comprometer a ser atendidos pelo SUS e conhecer de perto os PAs, o Hospital Municipal São José (HMSJ) e aqueles com filhos em idade escolar deveriam optar também por levar os filhos ao CEI ou a escola municipal mais próxima da sua residência. O resultado imediato além de reduzir o custo da Câmara seria também uma melhora sensível dos serviços públicos utilizados pela população.

Achou demagógico? Bom não fui eu que escolhi ser vereador. Quem foi eleito para representar a sociedade deve começar olhando com outros olhos o chamado dinheiro público, porque esse dito dinheiro público é na verdade o dinheiro do contribuinte. Por tanto é o seu, o meu, o nosso dinheiro. E deve ser mais bem administrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget