13 de dezembro de 2012

NOVAMENTE A SOCIEDADE DEVERÁ PEDIR SOCORRO AOS MILITARES.


A REPÚBLICA ESTÁ AFUNDANDO NO PROJETO DE PODER CORRUPTO E FASCISTA DO PT

Na ausência de atitudes legais, de quem de direito, para processar o ex-presidente Lula, Marcos Valério precisa entregar as provas, que já estão em poder do MPF, para serem amplamente divulgadas pela mídia.

As declarações de Marcos Valério de que entregou ao MPF provas documentais envolvendo Lula no escândalo do Mensalão, entre outros escândalos, conforme noticiado na mídia, colocam o país à beira de uma crise institucional sem precedentes apos a entrega do poder aos civis.

O fato é que, confirmada a entrega dos documentos para o MPF por Marcos Valério, somente pode haver uma explicação para que essas provas não tenham vindo à público na época – “segredo de Justiça” –, o que justificaria a abertura de uma investigação formal sobre os inúmeros crimes dos quais o ex-presidente está sendo acusado: atendendo ordens diretas da presidência da República ou de seus enviados, para não formalizar judicialmente e publicamente o fato, envolvendo restrições subreptícias às próprias ações legais da Polícia Federal.

Essas alternativas, se comprovadas, justificam, rigorosamente, uma abertura de investigação contra a presidenta Dilma a pedido do STF ao MPF, que estaria se considerando isenta do cumprimento das leis do país para defender Lula, assim como para evitar a abertura de um processo que traga à sociedade a verdade sobre suas condutas criminosas durante suas gestões da presidência da República.

Neste cenário, evidentemente, o país estaria diante de uma presidenta cúmplice explícita de corrupção e de suborno, devendo sofrer um processo de impeachment, por quem de direito, após honestas investigações da PF a pedido do MPF comprovando as acusações.

O que Collor fez, mesmo sendo atualmente um forte aliado de Lula, pois têm o mesmo tipo de caráter, é coisa de trombadinha "menor de idade", perto do que o Retirante Pinóquio está sendo acusado.

Na ausência de uma correta atitude do MPF o país estará descendo a ladeira de uma definitiva degradação moral da Justiça, que ficará, consequentemente, sob o comando direto ou indireto de gangs formadas de bandidos da corrupção e do suborno.

Com um Parlamento comprovadamente comprado, conforme o julgamento do Mensalão, com um poder Judiciário infiltrado de togados vestidos de bandidos, com um MPF acuado por uma presidenta conivente com uma fraude da não abertura de processo ou da divulgação de provas que podem comprovar o caráter de bandido do ex-presidente Lula, e com inúmeras comprovações de empresas privadas subornando o poder público para roubar o dinheiro dos contribuintes, ficaria à sociedade o direito de se pronunciar sobre o que deseja para o futuro do país.

A sociedade, neste absurdo cenário de degradação moral do poder público, ou aceita que o país continue sendo transformado em uma corruptocracia fascista com uma Justiça relativizada para atender aos sórdidos interesses do projeto de poder corrupto-fascista do PT, ou sai às ruas solicitando, conforme 1964, uma dura intervenção das Forças Armadas, diante da falência legal dos podres poderes da República com a conivência da presidência da República.

As Forças Armadas para defender o país pela força legal de defesa da Constituição e da soberania do país, neste cenário, terá a responsabilidade de destituir este desgoverno que está sendo cúmplice da transformação do poder público em um Covil de Bandidos, assim como o Parlamento mais corrupto de nossa história e eleito por fraudes e estelionatos eletiorais, para iniciar um processo de limpeza do poder público do controle de bandidos, promovendo uma completa reformulação do sistema político do país para evitar que bandidos continuem sendo eleitos através de estelionatos eleitorais para roubar o povo, vergonhosamente enganado e iludido com um assistencialismo comprador de votos e que está levando o país à falência moral e econômica.

Não haveria grandes problemas com os governos dos países mais desenvolvidos, pois independentemente das “amabilidades diplomáticas hipócritas” presenciados nos encontros entre dirigentes, todos os serviços de inteligência desses países já sabem a dimensão do estado de degeneração de nossos podres poderes da República que abriga diversas facções de corruptos e subornadores, verdadeiras gangs que controlam o poder público.

Esperamos que o MPF e o STF estejam entendendo a gravidade da situação do país e se posicionem com o poder que a Constituição lhes confere para evitar, ou a desorganização legal do país de forma generalizada, ou uma necessária intervenção das Forças Armadas que não mais seriam controladas pelos comandantes vendidos ao PT.

É necessário por um fim na omissão e na covardia daqueles que podem evitar que o país se transforme em uma Cuba Continental de viés fascista, totalmente dominado por gangs da corrupção que controlam os podres poderes da República.

Geraldo Almendra
13/12/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget