17 de dezembro de 2012

a joinville dos RICOS e a Joinville dos POBRES

Posted: 16 Dec 2012 03:23 AM PST


As duas Joinvilles

O poeta espanhol Antonio Machado escreveu: “Españolito que vienes al mundo te guarde Dios, Una de las dos Españas há de helarte el corazon” numa tradução livre seria: “Espanholzinho que vens ao mundo, Deus te guarde, uma das duas Espanhas vai gelar teu coração”.

A divulgação dos dados do PIB (Produto Interno Bruto) de 2010 apresenta dados que nos próximos dias serão explorados por uns e outros para mostrar o bom momento que vive Joinville. Temos o 25 0 PIB do país o que representa em dados de 2010 18 Bilhões de Reais. Frente a esta informação que evidencia a capacidade que esta cidade e os seus cidadãos tem de empreender, de produzir e de gerar riqueza é importante identificar qual das duas Joinvilles é a nossa. Os números mostram também que o PIB per capita local é de R$ 35.854,42, em 2010. E a pergunta volta com força, qual é esta Joinville que tem um PIB per capita deste tamanho?

Estamos falando da Joinville industrializada e rica que atrai tanta gente de fora para aqui trabalhar, investir e prosperar? Ou estamos falando da que vive um caos permanente na saúde, com o São José e o Regional lotados e obrigando aos profissionais a trabalhar em condições precárias e inadmissíveis? A Joinville que tem mais de 40% das suas ruas sem pavimentação? Ou a que não consegue tratar 70% do seu esgoto?

Estamos falando da Joinville do Bairro América, do Atiradores, do Saguaçu? Ou estamos falando dos bairros da periferia sem infraestrutura, dos "aglomerados subnormais"? Qual é a imagem que representa esta Joinville do PIBÃO como diria a nossa presidente?

A Joinville de hoje é exatamente ambas, não há como separar uma da outra. Estão umbilicalmente ligadas. A prosperidade de uma se nutre também na miséria da outra. Uma cidade prospera e rica convive lado a lado com outra pobre que procuramos ignorar nos discursos oficiais e nas imagens que daqui divulgamos, fazendo de conta que não existe. É esta outra Joinville invisível a que não se beneficia deste PIB que será elogiado nos discursos oportunistas que ouviremos até a saciedade nos próximos dias e meses. São justamente os oradores de ocasião os que nos empurram entre estas duas Joinvilles de acordo com as suas conveniências e interesses pontuais.

Uma destas duas cidades há de nos congelar o coração

Publicado no jornal A Noticia de Joinville SC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget