30 de dezembro de 2012

A conquista do título de HSV de 2012


Homem sem Visão

17/12/2012
 às 19:40 \ Homem sem Visão

Ricardo Lewandowski entra para a história com a conquista do título de HSV de 2012

A eleição do Homem sem Visão de 2012 foi marcada pela quebra de recordes aparentemente insuperáveis. A votação da enquete, por exemplo, mobilizou  12.891 leitores-eleitores, mais que o dobro dos 5.441 de 2011. O campeão Ricardo Lewandowski conquistou o título de HSV do Ano com 6.921 votos ─ quase seis vezes mais que os 1.126 que garantiram a vória de Márcio Thomaz Bastos na finalíssima do ano passado. MTB conseguiu 21% do eleitorado. Lewandowski atingiu impressionantes 54%.
Emocionado, o revisor do processo do mensalão dedicou o triunfo à ex-primeira-dama Marisa Letícia. “Isto vai para a minha querida vizinha, amiga da minha mãe e madrinha”, disse exibindo a medalha de ouro. Ainda desfrutando do direito de ir e vir, José Dirceu, José Genoino e Delubio Soares aplaudiram o ministro da defesa dos mensaleiros sentados na fila do gargarejo no trecho do discurso em que Lewandowski reconheceu que a absolvição da trinca contribuiu decisivamente para o histórico desempenho na finalíssima de 2012.
A medalha de prata obtida por Rui Falcão (11% do total de votos) transformou o presidente do PT em forte candidato ao título de 2013. “Se eu tivesse lançado um pouco antes a campanha do MEXEU COM LULA, MEXEU COMIGO, daria uma surra de relho no companheiro Lewandowski”, disse o vice-campeão. “Mas peço à militância que já se mobilize para me eleger no ano que vem”.
A acirrada disputa da medalha de bronze terminou com a vitória de José de Abreu, que teve uma vantagem de 8 votos sobre José Eduardo Cardozo e de 44 sobre Paulo Henrique Amorim. Os três conseguiram 9% do total. Também participaram da enquete Dias Toffoli (7%), Cândido Vaccarezza (1%) e Ana Arraes, lanterninha também com 1% dos votos.
Lewandowski entrou para a história como o quarto integrante da galeria onde sorriem para a posteridade os retratos de Dilma Rousseff (HSV de 2009), Franklin Martins (HSV de 2010) e Márcio Thomaz Bastos (HSV de 2011). Parabéns, ministro! Parabéns, leitores-eleitores! Mais uma vez, venceu o pior!
04/12/2012
 às 20:37 \ Homem sem Visão

Conheça os candidatos a HSV de 2012

Para que os leitores-eleitores escolham conscientemente o Homem sem Visão de 2012, a Comissão Organizadora publica a ficha resumida dos oito concorrentes:
O ex-jornalista Paulo Henrique Amorim ganhou o troféu de março pela fidelidade à frase que sempre norteou sua carreira: “Há governo? Sou a favor!”. Para garantir a vitória, o blogueiro estatizado distribuiu entre os votantes cópias dos processos judiciais que perdeu e de todas as retratações que foi obrigado a fazer, uma das quais para desmentir acusações a Lula, a quem serviria de 2003 a 2010.
Rui Falcão, presidente do PT, foi eleito em abril por estabelecer um novo recorde de piscadas por minuto e reafirmar que ninguém mente mais do que ele no Brasil. Falcão não consegue enxergar mensaleiros. Mas vê com muita nitidez, por trás de todos os crimes praticados por companheiros, a imprensa golpista, a oposição conservadora e o imperialismo estadunidense.
Graças à inesquecível mensagem enviada a Sérgio Cabral ─ “Você é nosso e nós somos teu” ─ ,  o deputado Cândido Vaccarezza tornou-se o HSV de Maio. A explosão afetiva confirmou que Vaccarezza não enxerga motivos para suspeitar do governador do Rio, do empreiteiro Fernando Cavendish, das ligações entre a Delta e Carlinhos Cachoeira ou da Turma do Guardanapo.
Numa arrancada espetacular, a ministra do Tribunal de Contas da União, Ana Arraes,  conquistou o título de Homem sem Visão de julho. A poucos dias do início do julgamento do mensalão, a mãe do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, considerou legais todas as negociatas que vão transferir para a prisão Marcos Valério e seu comparsa Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil.
Ricardo Lewandowski ganhou o troféu de agosto pelo espetacular desempenho como ministro de defesa dos mensaleiros no Supremo Tribunal Federal. O advogado de toga absolveu até José Dirceu. Só pegou pesado com Roberto Jefferson, que acusou de ter revelado a existência da quadrilha.
O campeão de setembro, Dias Toffoli, compõe com Lewandowski a dupla de candidatos magistrados na finalíssima. Como o parceiro, driblou a lei, a sensatez e a montanha de provas para absolver José Dirceu. Ganhou força eleitoral ao sustentar que nenhum bandido que se limite a roubar merece cadeia.
José de Abreu conquistou o troféu de outubro ao enxergar no STF um tribunal da inquisição que só condena “preto, pobre, prostituta ou petista”. Em busca do papel de ministro da Cultura, o canastrão de novelas enxerga no cumprimento da lei uma ameaça ao regime democrático.
José Eduardo Cardozo transformou-se no HSV de Novembro por ter descoberto que nenhum companheiro merece hospedar-se no sistema carcerário brasileiro, que é comandado há 10 anos pelo PT e há dois por ele. O ministro da Justiça jura que prefere morrer a ser preso. Em liberdade, luta pelo título de Homem sem Visão do Ano.
Que vença o pior!
03/12/2012
 às 18:38 \ Homem sem Visão

José Eduardo Cardozo conquista o troféu de novembro e entra na enquete que vai eleger o Homem sem Visão de 2012

“Dedico este troféu ao meu antecessor Márcio Thomaz Bastos, nosso querido God”, emocionou-se o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ao ser oficialmente informado do resultado da enquete que apontou o Homem sem Visâo de Novembro. “Eu tinha dois sonhos: ser porquinho da Dilma e HSV do Ano. Estou perto de me realizar como político e como gente”. Com 45% do total de votos, Cardozo disparou na liderança ao desancar o sistema carcerário brasileiro, administrado há 10 anos pelo PT e há 23 meses por ele próprio.
Com 23%, o deputado federal Odair Cunha, do PT mineiro, garantiu uma honrosa medalha de prata. “Só não ganhei porque faltou tempo para ameaçar de indiciamento os leitores-eleitores”, declarou o relator da CPI do Cachoeira. O governador gaúcho Tarso Genro, com 17% da votação, conformou-se com a medalha de bronze. O lanterninha foi o prefeito Gilberto Kassab (15%).
Com a escolha do vencedor da disputa de novembro, começa na enquete a briga de foice pelo título de Homem sem Visão de 2012. Participam da histórica finalíssima os  candidatos Paulo Henrique Amorim, Rui Falcão, Cândido Vaccarezza, Ana Arraes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, José de Abreu e José Eduardo Cardozo.
Às urnas, leitores-eleitores! A Comissão Organizadora publicará amanhã o prontuário dos oito concorrentes! Examinem com espírito cívico a vida e obra de cada candidato! A votação será encerrada em 14 de dezembro! Não deixem de participar da única eleição que permite votar sem remorso em gente que ninguém merece! E que vença o pior!
26/11/2012
 às 21:27 \ Homem sem Visão

José Eduardo Cardozo vence o primeiro turno e homenageia os antecessores

“Dedico esta vitória aos meus antecessores, que pouco ou nada fizeram pelas cadeias da pátria e pelos presidiários da nação”, emocionou-se ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ao ser oficialmente informado de que fora o vencedor do primeiro turno da eleição do Homem sem Visão de Novembro. “Quero agradecer em especial ao Márcio God Bastos, que fez quatro cadeias, das quais duas nunca foram inauguradas “, emendou o campeão, que obteve 24,5% do total de votos. Cardozo garantiu a dianteira ao criticar duramente o sistema penitenciário administrado há dez anos pelo governo do PT e desde janeiro de 2011 por ele próprio.
Empatados com 18% dos votos cada, Gilberto Kassab e Odair Cunha também conseguiram vagas na enquete que apontará o ganhador do troféu mensal. O quarto colocado foi o governador gaúcho Tarso Genro (15,5%). A pequena diferença entre os índices dos quatro finalistas animou Kassab. “Nada está decidido”, disse o único político do mundo que não é de esquerda, nem de direita  e nem de centro.
Paulo Maluf não escondeu a frustração ao saber que, com apenas 10% do total, cai fora da eleição. “Queria mandar uma foto segurando o troféu para a Interpol”, lamentou. Também foram excluídos do segundo turno o deputado federal Jilmar Tatto (7,5%), o senador Fernando Collor (5,5%), José Dirceu (1%) e José Genoino, que não conseguiu um único voto.
Chegamos à reta final, leitores-eleitores! A briga de foice ainda não terminou! Gilberto Kassab, Odair Cunha e Tarso Genro esperam ultrapassar Cardozo na reta final! Quem será o vitorioso? Que vença o pior!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget