28 de setembro de 2012

AUMENTARÃO OS DANOS CAUSADOS PELO NOVO CÓDIGO FLORESTA- CONFIRA.

PROJETO OBRIGA AGROINDÚSTRIAS A CONSTRUÍREM
SISTEMAS DE CAPTAÇÃO E ARMAZENAGEM DE ÁGUA

As empresas agroindustriais sediadas no estado de Santa Catarina poderão ser obrigadas a construir e manter sistemas de captação e armazenagem de água para uso emergencial nos períodos de estiagem. O tema é objeto do Projeto de Lei 138/2012, que tramita na Assembleia Legislativa por iniciativa do deputado Aldo Schneider (PMDB). 
Os sistemas de captação e armazenagem de água previstos no projeto de lei deverão obedecer a projetos técnicos aprovados por órgãos competentes, com vistas a garantir a autossuficiência para o funcionamento das empresas agroindustriais em períodos de estiagem prolongada. 
Conforme a proposição, as empresas agroindustriais que utilizam a produção primária catarinense para beneficiamento e industrialização deverão orientar e acompanhar o desenvolvimento de projetos de captação reserva e distribuição de água nas propriedades rurais que produzam matéria-prima para empresas. 
O autor do projeto explica que “as medidas até agora adotadas visando mitigar as conseqüências da estiagem na atividade agropecuária, principalmente na região Oeste catarinense, em sua maioria são emergenciais e paliativas. Ocorre que as estiagens que incidem no sul do país vêm sendo cada vez mais severas e prolongadas ao longo dos anos, provocando perdas da produção e da qualidade de vida no meio rural, causando enormes prejuízos econômicos, sociais e ambientais ao Estado”. Schneider sugere que o Poder Executivo, ao regulamentar a proposta, estabeleça os critérios e limites de participação das empresas agroindustriais, de acordo com a capacidade financeira, potencial de produção e respectiva carga tributária. 

Por Lisandrea Costa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget