27 de julho de 2012

Vamos tirar os carros das estradas



A DUPLICAÇÃO DOS TRILHOS DA RVPSC
Gert Roland Fischer

A  nossa Rede viação Paraná Santa Catarina que sempre foi nossa, por décadas e mais décadas fez parte de nossas vidas, nosso progresso, nossa ligação com as cidades entre São Francisco do Sul e Porto-União, possibilitando viagens prazerosas e românticas a baixos custos, pode voltar a funcionar num  novo conceito de modernidade.
A faixa da ferrovia onde existe hoje a linha de bitola estreita, por onde viajam  a soja dos americanos e holandeses, as bobinas dos franceses, e o óleo vegetal dos europeus tem espaço para uma duplicação.
Esse é  o território dos catarinenses aonde ainda mandamos. Poderemos estudar a possibilidade de implantar a duplicação dos trilhos entre Jaraguá do Sul e São Francisco do sul.
Bitola larga, trens modernos de maior velocidade, segurança total nas passagens de nível com novos conceitos de engenharia da mobilidade.
Com os conceitos legais das parcerias publico privadas o contribuinte gastaria menos. Nessa moderna ferrovia paralela aos trilhos da ALL, circularão nossos trens. Não atrapalharemos os estrangeiros que continuariam usando os trilhos bitola estreita para os feios, carcomidos vagões de soja, plataforma de bobinas e vagões tanques grafitados e que nunca foram lavados e pintados mostrando desrespeito desses estrangeiros  para com um povo.
Teremos criado um meio de transporte alternativo seguro, rápido, eficiente e com horários previamente estabelecidos em todas as paradas e partidas. Seria o metrô de superfície que atenderá o povo do Vale do Itapocú e da Babitonga com milhares de carros nas garagens.
Interligando as estações ferroviárias de SFS, Araquari, Joinville, Guaramirim e Jaraguá do Sul o consórcio vencedor da PPP apresentará projeto complementar de ligações entre as estações da ferrovia, levando passageiros por rodovia para as universidades, centros de compra, centros das cidades. Ônibus especiais do consorcio praticarão tarifamento vinculado às passagens ferroviárias. Os usuários poderão comprar talonários de passagens que serão usados nas catracas dos trens e dos ônibus.
O povo brasileiro não pode ser considerado um burrico, um acomodado, um servil, um submisso ao capital estrangeiro que esta aportando pesado por aqui. O povo brasileiro deverá mostrar que tem pátria, que pratica a brasilidade e o orgulho nacional. Vamos elevar nossa moral e olhar para um horizonte, se quisermos, glorioso num futuro próximo.

Só dependerá de nós e não dos políticos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget