12 de maio de 2012

A "Bancada Ruralista" é um câncer e ponto final.

Esta "corja" está abusada agora que conta com "oficiais" 260 parlamentares e "extra-oficialmente" com 306. O tamanho desta "quadrilha" permitiria a institucionalização do Nazismo no Brasil, por exemplo, ainda que esta situação fosse inconstitucional porque feriria de morte a democracia.

Lembrem que o Nazismo surgiu exatamente porque a maioria dos congressistas alemães eleitos compactuavam com as idéias de Hitler. O Estado Nazista foi perfeitamente legal. Sob o manto da legalidade estrita, as maiores atrocidades foram cometidas.

Para arrematar, tal como já venho denunciando nas redes sociais, o pessoal da "bancada Ruralista" não quer apenas "barrar" a Proposta de Emenda a Constituição que quer acabar com o trabalho escravo em nosso país (que já havia sido aprovada em um turno de votações em 2004), mas pretendem "legalizar" a escravidão em suas terras, para não correr o risco de tê-las expropriadas por algum magistrado trabalhista.

Aliás, esta situação da PEC do Trabalho Escravo, caso ela sofra as modificações que pretendem incluir "na última hora", merece uma denúncia na ONU e na Corte Interamenicana de Direitos Humanos (Pacto de São José da Costa Rica). Esta retroação nos direitos fundamentais será denunciada tal como foi o famoso caso da Sra. "Maria da Penha", que hoje empresta o seu nome à legislação protetiva das mulheres brasileiras.

João Manoel do Nascimento
joaomn@yahoo.com.br
(48) 9963-5323

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget