3 de janeiro de 2012

BOLETIM DE OCORRENCIA - CRIME AMBIENTAL


Caros leitores cidadãos Joinvilenses

Não temos conhecimento, por que as informações que detem a PREFEITURA DE JOINVILLE, são totalmente opacas e confidenciais. Poucos tem acesso às mesmas. Portanto não sabemos o que o Carlito faz com os impostos que pagamos. Agora esta numa campanha louca para arrecadar IPTU e ISS. 

O edifício que seria construído na rua Otto Böhm em Joinville, foi embargado por que o empreendedor contratou uma senhora proprietária de uma escavadeira com empresa em Pirabeiraba, para fazer a preparação do imóvel para a construção. Entrou com o equipamento ultra potente em áreas de Mata Atlântica e em época de defeso. A área alegada no embargo da obra (não retomada passados mais de 2 anos), representou a mata ciliar do Rio Mathias, enjaulado numa galeria naquele local. 
Pois bem, foi feito um estardalhaço, o MPF entrou com uma ACP e o dano ao empreendedor foi total e muito mais. 

Agora observem o que a PMJ esta fazendo com as matas ciliares do rio Cachoeira, por sinal nesta data de 03.01.2012, totalmente limpo, cristalino vendo-se as areias claras no fundo. Esse fenomeno de rio Cachoeira limpinho acontece entre natal e reis magos. Depois as industrias voltam a funcionar e a sujeira retoma seu lugar. 

Falar que é o esgoto que suja o rio é portanto neste período bem visível. O dedo aponta para a industria. 
Voltando ao desmatamento a corte raso que a empreiteira ESCAM Serviços ambientais LTDA da Vila Hauer em Curitiba esta promovendo desde o inicio das ferias da PMJ é algo inacreditável. Inacreditável por que não apareceu nenhum promotor estadual, nenhum promotor federal para embargar o desmatamento que aconteceu hoje até o final do horário comercial desse dia 03.01.2012. 
A imprensa esteve presente e vamos ver o que os jornais e a TV RIC RECORD  que foi avisada por mim, vai noticiar no dia 04.01.2012. Portanto, como nada mais acontece quando se cometem crimes ambientais, tomei uma decisão interessante como cidadão:Fui à delegacia de Policia na Marques de Olinda e abri um BO - boletim de ocorrência que mostro abaixo, frente e verso.O que significa juridicamente tal atitude cidadã? Que com o BO, denuncia oficial registrada na Delegacia de Policia, tudo mostra que teremos um processo judicial em breve sendo movimentado.
Com o BO o delegado de Policia terá que abrir um inquérito para ouvir a parte denunciada por crime ambiental, para que se explique e mostre as provas de que estava autorizada a suprimir mata de preservação permanente - mata ciliar do Rio Cachoeira - mostrando contrato de prestação de serviços; Inventário florestal pedido a todos que solicitam a FUNDEMA supressão de vegetação na zona urbana e rural de Joinville; qual a licitação na qual participou para vencer por preço essa prestação de serviços, qual o projeto de limpeza,quem é o profissional da area que assumiu pela emissão da ART, a responsabilidade tecnica pelo corte de arvores nativas como tanheiros, combatá, grandiuvas, canelas, entre outras. 
O contratante também deverá ser ouvido e mostrar a legislação que permite que sejam destruídas as matas ciliares em tal magnitude, sem que a Policia Ambiental - que passa diariamente com seus carros fortes ambientais pela avenida sombreada pelas figueiras se manifeste. 
A FUNDEMA - já na gestão do eng°. agr°. Eni Voltollini  tambem será questionada pelo delegado da policia civil, qual a legislação utilizada para permitir a destruição dos corredores de fauna, da mata protetora das margens e taludes evitando a erosão e o consequente assoreamento, entre outros predicados que só as matas ciliares desempenham nas margens de rios. 
Portanto, a novela da SUPRESSÃO DA MATA CILIAR DO RIO CACHOEIRA começou com o capitulo numero 001-2012, tendo como ator principal a ESCAM Serviços ambientais LTDA de Curitiba 

Não deixem de assistir o próximo capítulo.

A seguir - copia do BO N. 00082-2012 - 00052 registrado na 3ª delegacia de Policia da Comarca de Joinville. Divirtam-se - aguardem os próximos capítulos dessa fantástica novela ambiental, inovação do programa ECOLOGIA EM AÇÃO. 



2 comentários:

  1. Realmente o descaso com a ecologia é grande, é triste ver nosso rio sujo, e a falta de respeito com a natureza ao redor do rio!

    ResponderExcluir
  2. Moro em mongagua tenho por frequencia pescar. No corrego da Avenida Monteiro Lobato onde tem tilapias e trairas enormes so que a existencia de tarrafeiros inoperantes da regiao levara a extinçao das mesmas por favor as autoridades ambientais me ajudem a pribir a existencia deste tarrafeiros de acabar com os peixes

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget