24 de dezembro de 2011

Uso de efluentes domésticos e sanitários tratados

Você poderá colher verduras sadias, frutas saborosas, usando águas negras tratadas que demandam de fossa, filtro, tratamento em zona de raízes e seguindo para a horta e pomar.


Instale fossa, filtro biológico e acrescente um tanque ou lago para o polimento das águas negras.
As águas da saída da zona de raízes podem ser utilizadas na irrigação por infiltração e a produção de verduras, frutas é extraordinária. 
Confira nossas imagens e veja o que acontece.
O verde escuro e intenso, plantas sadias, são resultantes da percolação das aguas residuárias de um sistema de fossa e filtro. Não ha tratamento de raízes, mas o que se vê é algo extraordinário. 
Certamente as pessoas não iriam se alimentar de frutos de tomate, em condições semelhantes. 
Acontece que nos perímetros verdes das grandes cidades, o que acontece é exatamente isso e muito pior. Não ha controle algum. Os tratamentos com agrotóxicos então nem se fala.  O produtor de verduras quer transformar seu trabalho em renda e como se obtém tal façanha de forma mais barata é usando águas negras ricas em nutrientes. As raízes das plantas filtram tudo. Os frutos gerados não estão contaminados. Se o horticultor irrigar as folhas e frutos com essas águas negras, aí sim, se corre alto risco de contaminação. 
Essa situação é desprezível, quando analisamos os tratamentos que estas plantas recebem através do uso de pesticidas químicos. Barateando os custos dos inseticidas, o horticultor de grande escala é abastecido por agrotóxicos contrabandeados do Paraguay e da China, onde os processos produtivos não são fiscalizados. Os mais baratos são os que estão proibidos ha muitos anos no Brasil, que são os clorados. A ANVISA conseguiu divulgar dados estarrecedores sobre os altos percentuais de verduras e frutos contaminados com agrotóxicos e coliformes fecais. 
Mas se vc mora numa chácara, numa residencia com espaço para montar uma horta e um pomar, vc pode se valer dos ensinamentos que lhes passo.
A figura preta é o vaso sanitário. 
A cor vermelha são fezes, urina e papel higiênico.
O tanque em vermelho é a fossa
O tanque esverdeado é o filtro biológico
O tanque verde maior é um sistema de polimento das águas negras com zona de raízes.
O tanque verde menor é a drenagem das águas que vão por meio de canaletas irrigar as plantas nos canteiros.
A produção é totalmente limpa. 
O uso de agrotóxicos nestas condições não será necessária. Plantas bem alimentadas não sofrem tanto com os ataques de insetos e doenças. Insetos e fungos atacam plantas doentes que não devem se multiplicar na natureza. Trata-se de um mecanismo da Natureza para eliminar os fracos, os defeituosos e os subnutridos. 
Portanto, agrotóxico é invenção do Capitalismo selvageresco e dinheirista perverso. 
Vou detalhar mais um pouco o que são os processos de tratamento dos efluentes sanitários humanos com zonas de raízes. 


Este sistema é muito utilizado em condomínios horizontais em fazendas, em hotéis fazenda, aeroportos, industrias, etc. 
Mais detalhes para você projetar seus efluentes domésticos. Mas lembre-se, nestes efluentes não entra agua do chuveiro, das pias da cozinha nem aguas da maquina de lavar. 
No caso de voce desejar misturar esses efluentes hidricos, muito cuidado com as gorduras que são eliminadas das pias de restaurantes, cozinhas, e churrasqueiras. 
Se desejar aconselhamento, faça contato que poderemos dar mais informações. 


Trata-se de uma variação do tratamento das aguas negras utilizando-se plantas aguáticas que absorvem pelas raizes os nutrientes ainda não totalmente digeridos. 


Cada caso sempre é um caso novo. 








Como vcs podem verificar, usar os mecanismos naturais da natureza, pode dar um pouco mais de trabalho, mas vocês sabem tambem, que esse trabalho se traduz em saude, mais disposição, mais felicidade. 
Façam contato. 
Eng. Agr. Gert Roland Fischer
CREA-SC 001288-4 cart. prof. n. 46-D e 250.1379085
cursosgestao@terra.com.br 
gfischer.joi@terra.com.br 


Se vc acreditar que pode ser diferente, mais uma sugestão:



























Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget